segunda-feira, 19 de março de 2018

DÉCIMA SEXTA SEÇÃO – SALMO 119:128


Salmo 119:128 – “Por isso, tenho por, em tudo, retos os teus preceitos todos e aborreço todo caminho de falsidade.” Há no coração daqueles que temem ao Senhor, como é o caso do salmista, uma especial inclinação que os faz perceber que os mandamentos divinos são a mais singular expressão de retidão que os olhos humanos podem contemplar.  Ao mesmo tempo em que contempla a retidão dos mandamentos divinos, o salmista está profundamente comprometido em aborrecer o caminho da falsidade. Não há espaço para a falsidade no coração daquele que entregou sua vida aos cuidados dos retos mandamentos de Deus.
A. M. Cunha

quinta-feira, 1 de fevereiro de 2018

DÉCIMA SEXTA SEÇÃO – SALMO 119:127

Salmo 119:127 – “Amo os teus mandamentos mais do que o ouro, mais do que o ouro refinado.” Observe a diferença de tratamento para com a Lei do Senhor. No versículo anterior, Ela estava sendo violada, mas neste versículo, Ela está sendo amada! Os ímpios violam os mandamentos divinos, mas os servos de Deus A amam. O objetivo do salmista é deixar evidente a intensidade com que ele ama a Lei do Senhor, por isso ele diz “mais do que o ouro, mais do que o ouro refinado”. O texto hebraico faz usa do vocábulo עַל [`al], cujo significado é “por isso ou apesar disso”. É como se o salmista dissesse: Sou contemporâneo daqueles que violam a Tua lei, apesar disso, não sigo esta geração, ao contrário, eu amo profundamente a Tua lei.
A. M. Cunha

quarta-feira, 31 de janeiro de 2018

DÉCIMA SEXTA SEÇÃO – SALMO 119:126


Salmo 119:126 – “Já é tempo, Senhor, para intervires, pois a tua lei está sendo violada.” A palavra hebraica עָשָׂה [`asah], traduzida como “intervires” é a mesma utilizada em Gênesis 1.26, e traduzida como “façamos”. Porém, o vocábulo contido em Gênesis 1.26 foi empregado para descrever um ato criador de Deus: a criação do homem, ao passo que aqui, no Salmo 119.126, o vocábulo destina-se a descrever um ato de juízo divino. Em Gênesis 1.26, Deus “agiu” para criar o homem, destinando-o para a obediência. Contudo, no Salmo 116.126, o salmista ora clamando que Deus venha a “agir” para exercer Seu juízo, pois o homem desviou-se pelo caminho da desobediência. A motivação para este clamor do salmista é veemente: “pois a tua lei está sendo violada”. Os dias em que vivemos são maus, portanto, a igreja é chamada a levantar-se, unir-se ao coro do salmista, exercer o seu papel de representante de Deus na terra e clamar pela intervenção divina nestes tempos de desobediência aos preceitos da Palavra de Deus!
A. M. Cunha

terça-feira, 30 de janeiro de 2018

DÉCIMA SEXTA SEÇÃO – SALMO 119:125


Salmo 119:125 – “Sou teu servo; dá-me entendimento, para que eu conheça os teus testemunhos.” Este versículo possui uma dupla revelação espiritual. Em primeiro lugar, revela-se aqui que o Senhor é aquele que concede o entendimento necessário para que as Escrituras sejam verdadeiramente conhecidas! A segunda revelação contida neste versículo é a de que o verdadeiro e autêntico conhecimento das Escrituras é uma porta aberta apenas para os servos de Deus, por isso se diz “Sou teu servo”! O apóstolo Paulo, em harmonia com esses ensinamentos, afirmou que “o homem natural não aceita as coisas do Espírito de Deus, porque lhe são loucura; e não pode entendê-las, porque elas se discernem espiritualmente” [1 Coríntios 2.14]. O servo de Deus, porém, aceita e compreende as coisas do Espírito de Deus, por isso pode livremente orar: “Sou teu servo, dá-me entendimento”!
A. M. Cunha

segunda-feira, 29 de janeiro de 2018

Sementes do Gênesis – [9]


“Ora, disse o Senhor a Abrão: Sai da tua terra, da tua parentela e da casa de teu pai e vai para a terra que te mostrarei;”

[Gênesis 12.1]

“Estêvão respondeu: Varões irmãos e pais, ouvi. O Deus da glória apareceu a Abraão, nosso pai, quando estava na Mesopotâmia, antes de habitar em Harã, e lhe disse: Sai da tua terra e da tua parentela e vem para a terra que eu te mostrarei.”
[Atos 7.2-3]

É quase uma unanimidade entre os cristãos o entendimento de que o chamado de Abraão aconteceu apenas em Gênesis 12.1. Nosso entendimento, no entanto, é fortemente golpeado quando nos deparamos com o texto de Atos 7.2-3. Lá se diz que o “Deus da glória apareceu a Abraão [...] antes de habitar em Harã, e lhe disse: Sai da tua terra e da tua parentela e vem para a terra que eu te mostrarei”. Onde Abraão habitava antes de sair para Harã? O texto de Gênesis 11.31 afirma que ele habitava em Ur dos caldeus. O texto bíblico revela que Terá tomou a “Abrão, seu filho [...], e a Ló [...], e a Sarai [...], e saiu com eles de Ur dos caldeus, para ir à terra de Canaã; foram até Harã onde ficaram”. Concluímos que Abraão foi duplamente chamado. [1] O primeiro chamado ocorreu quando ele ainda habitava em Ur dos Caldeus. A obediência, porém, foi parcial, pois Abraão saiu na companhia de seu pai. Após isso, como afirma o texto de Gênesis 11.31, eles ficaram em Harã. [2] O segundo chamado, na verdade, uma renovação do primeiro chamado, ocorreu em Gênesis 12.1, quando ele tinha 75 anos e ainda habitava em Harã [Gênesis 12.4]. Percebemos algo ainda mais surpreendente nos chamados de Abraão: No primeiro deles, o Senhor disse: “vai para a terra que mostrarei”; no segundo, porém, o Senhor disse: “vem para a terra que eu te mostrarei”. Assim, no primeiro chamado, Deus estava presente no lugar onde ele estava chamando Abraão, ao passo que, no segundo, Ele estava presente no lugar para onde ele estava chamando Abraão. É como se Deus dissesse: Eu estou aqui e Eu estou lá! Grandioso é o nosso Deus!

Sementes do Gênesis – Abençoando minha geração: Que tenhamos uma firme confiança em Deus e no Seu chamado para conosco! Busquemos obedecer ao Senhor tão logo Ele nos chame!
A. M. Cunha

#sementesdogenesis #AMCunha

sexta-feira, 19 de janeiro de 2018

DÉCIMA SEXTA SEÇÃO – SALMO 119:124

Salmo 119:124 – “Trata o teu servo segundo a tua misericórdia e ensina-me os teus decretos.”  A Bíblia diz que “todos pecaram” [Romanos 3.23], por isso, “Não há justo, nem um sequer” [Romanos 3.10]. O salmista não é exceção a essa regra, pois ele compreendia que se Deus o tratasse de acordo com seus próprios méritos, ele seria condenado. Sabendo disso, ele clama pela misericórdia do Senhor. Os benefícios da misericórdia do Senhor podem ser vistos nas seguintes palavras do profeta Jeremias: “As misericórdias do Senhor são a causa de não sermos consumidos” [Lamentações de Jeremias 3.22]. Assim, se formos alcançados pela misericórdia do Senhor, não seremos condenados como nossos atos merecem, pois ela é o escape de segurança dos servos de Deus. O salmista, porém, não recorre apenas para a misericórdia do Senhor. Em sua súplica, ele deseja ser ensinado nos Decretos divinos, pois a Palavra de Deus é a mais preciosa orientação para os filhos de Deus.
A. M. Cunha

quinta-feira, 18 de janeiro de 2018

Sementes do Gênesis – [8]

“Andou Enoque com Deus e já não era, porque Deus o tomou para si.” [Gênesis 5.24]

“Pela fé, Enoque foi trasladado para não ver a morte; não foi achado, porque Deus o trasladara. Pois, antes da sua trasladação, obteve testemunho de haver agradado a Deus.” [Hebreus 11.5]

O texto de Gênesis 5.24, quando analisado sob a luz de Hebreus 11.5, revela-nos que ninguém poderá andar com Deus, senão mediante a fé. É exatamente por isso que o autor da Carta aos Hebreus afirma que “Pela fé, Enoque [...] obteve testemunho de haver agradado a Deus”. É possível, portanto, discernir que aquele que verdadeiramente pretende andar com Deus buscará agradá-Lo enquanto caminhar.

Sementes do Gênesis – Abençoando minha geração: Que cristãos se levantem em nossa geração com o propósito de, pela fé, andarem com Deus, agradando-O, em tudo, enquanto caminham!
A. M. Cunha

#sementesdogenesis #AMCunha